Roma esconde um tesouro 🗝️

Roma esconde um tesouro 🗝️

Quando se pensa que já se encontrou tudo nesta cidade, que contempla os seus visitantes com gigantes monumentos milenares, enganam-se.
Nem mesmo Dan Brown, em Anjos e Demónios, quando criou uma narrativa entre o Vaticano e Roma, repleta de túneis e ligações secretas só conhecidas pelo Papa e pelas mais altas patentes da Igreja, conseguiu encontrar a Questhouse.

Mas o Safarka encontrou 🙃

A 10 minutos a pé do centro de Roma, já de noite, dirigimo-nos para a primeira Escape Room de Roma, que nos foi referenciada em grupos de ER e que se encontra no primeiro lugar do Trip Advisor 🥇.
Fomos recebidos pela Rita, a recente aquisição desta empresa e que nos acompanhou, muito bem, como game master nos 2 jogos que viríamos a fazer.

+ + +

1ª Sala

Sala Infected — 54 min/60 min
Fomos recebidos por uma personagem que nos fez entrar no jogo nos primeiros instantes.
Após isto, o suspense começou. Num autêntico bunker, encontrámos objetos, assustámo-nos, pistas, assustámo-nos, salas secretas e assustámo-nos.
Apesar de não ser uma sala de terror, os efeitos cinematográficos transportam-nos a momentos em que a ficção quase que toca na realidade.
Por esta altura, já era meia-noite e o cérebro não respondia como devia. Levantámo-nos pelas 6am desse mesmo dia, para apanhar o voo, e ainda palmilhámos Roma.
Ouviu-se um ou outro bocejo na equipa. Mas depois desta sala, tínhamos de experimentar a outra, até porque não estava nos nossos planos voltar àquela parte da cidade no resto da viagem e tão pouco voltar a Roma de propósito. Portanto só nos restou uma opção.

+ + +

Por esta altura, já era meia-noite e o cérebro não respondia como devia. Levantámo-nos pelas 6am desse mesmo dia, para apanhar o voo, e ainda palmilhámos Roma.
Ouviu-se um ou outro bocejo na equipa. Mas depois desta sala, tínhamos de experimentar a outra, até porque não estava nos nossos planos voltar àquela parte da cidade no resto da viagem e tão pouco voltar a Roma de propósito. Portanto só nos restou uma opção.

+ + +

2ª Sala

Aqui é que foi do caraças 😱
Acho que foi o primeiro escape room que participei em que praticamente não fiz nenhum enigma, tanto era o meu espanto por tudo o que nos rodeava
Não havia 1 cm quadrado da gigante sala que não tivesse devidamente pintado ou decorado! Estava tudo a encaixar tão bem no tema que mais parecia que estámos no filme da Alice in Wonderland.
É impossível não fazer spolier, pelo que a única maneira de saberem mais sobre esta sala, é visitarem-na. Garanto-vos, que se gostam da imersividade das experiências do Safarka, vão gostar certamente da Alice 😋

 

+ + +

Questlab foi fundada por 2 sócios Russos, que formaram uma equipa de Arquitectos, Cinematógrafos, Engenheiros e Pintores.
Quando se faz as experiências percebe-se claramente o papel que desempenhou cada uma destas profissões. Todo o jogo está muito bem conectado entre si, sendo muito homógeneo e fluído.

O que mais me surpreendeu?

1- A decoração! Incrível.. Podemos tocar em tudo, interagir com objetos bastante raros no nosso quotidiano e sentir a textura dos diferentes materiais
2- Iluminação! Wow.. Apesar de existirem ambientes escuros, tirando a sala do infected, nunca sentimos falta de luz. Havia luzes de variadas cores que conjugavam muito bem com o ambiente em que nos encontravamos. A determinada altura pus em causa se o game master não teria uma mesa de mistura de luzes à sua frente enquanto nos acompanhava pelas câmeras, porque estava tudo a encaixar perfeitamente nos timings das ações.
3- Som. Aparecia nos momentos certos para nos ajudar a compreender o sucedido e a viver o momento como se fosse real.

Aconselhamos!

O que os distingue dos demais é a capacidade de colocar a tecnologia, iluminação e som em perfeita sincronização, num ambiente decorado ao detalhe, pelo que recomendamos vivamente uma visita à Questlab!
Left to Right: Nuno, Rui, Alex (Arquitech & Partner), Ana, Carina, Anastasi (Cinematographer & Partner)
Um staff fantástico que esperamos voltar a ver brevemente, em Lisboa.
Obrigado pela simpatia e fantástica receção 🤟

Rui Lopes

09.03.2020

escape room, experiências, viagens

Escape Room